segunda-feira, maio 21, 2007

Júpiter 1901


Júpiter 1901

Nasci no ano em que se descobriu a Grande Perturbação de Júpiter.
Minha Mãe não deu por nada, meu Pai não era astrónomo,
Mas houve lá em casa uma grande perturbação na água do banho,
Que meu Pai, músico, acompanhava regulando encantado o seu
metrónomo.
E Júpiter, assim mimado, com pai por ele, saiu poeta,
Com seus doze satélites, quatro deles principais:
Serafina, Lourdes, Lídia, Isaura,
A Primeira Grande Perturbação de Júpiter
No ano em que nasci.
Elas em roda da banheira,
Meu Pai tocando flauta
(Serpentes? no ninho em mim)
E um céu de vapor de água,
Difracção de satélites...
Júpiter! Júpiter!
Tu és o Toiro de fumo
Que nunca terás Europa.

Vitorino Nemésio

  • |
  • a href="http://www.haloscan.com/">Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com